Culturas contemporâneas e o Hip hop em Conde

Publicado em 24/07/2020 às 19:40


O Hip Hop é um movimento cultural diverso, composto por diferentes linguagens artísticas, tais como como o Break (dança), o Rap (estilo musical característico) e o Grafite (inscrição em paredes). Até o momento, foram identificados dois grupos que compõem a cena cultural do Hip Hop no município, são eles: Grupo Conexão Style Dance, localizado no Loteamento Carnaúbas e o Grupo de Rap Sinceridade na Veia, localizado no Assentamento Dona Antônia.


O grupo de dança Conexão Style Dance começou em 2013. O grupo é formado por três jovens, Wesley, Alisson e Rafael, moradores do Loteamento Carnaúbas e do Loteamento Nossa Senhora das Neves, que compartilham do talento da dança e o engajamento na cultura Hip Hop. Os integrantes contaram que se sentiram interessados através de vídeos que assistiram pela internet. A partir disso, tiveram grande apoio de alguns professores do Núcleo de Cultura - equipamento cultural mantido pela Prefeitura de Conde. Também levam a dança e a cultura hip hop gospel para as igrejas - um deles é evangélico. A necessidade de subsistência, além de falta de investimentos, levou a diminuição das apresentações por bastante tempo. Depois voltaram, e o período em que mais cresceu foi no ano de 2019, no qual chegaram a ter 10 participantes envolvidos, que firmemente participavam dos ensaios. Atualmente permanecem os 3. 


O grupo de Rap Sinceridade na Veia surgiu no dia 23 de janeiro de 2019, idealizado por três jovens, são eles: Vieira, Florato e Matheus HL (nomes artísticos). Decidiram então, organizar o seu próprio grupo de Rap. Percebendo que cada um tinha um talento diferente, aprofundaram os seus conhecimentos acerca do Rap e criaram o primeiro grupo desse gênero musical na região. Pensaram em vários nomes para “batizar” o grupo, tais como “Poetas do Campo”, “No Topo”, mas o escolhido foi “Sinceridade na Veia”, porque queriam transmitir sinceridade e verdade nas músicas, retratando suas vivências cotidianas. As músicas produzidas pelo S.V, retratam a realidade desses jovens, nesse contexto social rural, e que refletem sobre situações vividas por eles e pela comunidade.


O grupo, em um ano de existência, produziu diversas músicas, são elas: “Até o amanhã”, “Nessa estrada” e “Love song”, entre outras. As músicas são gravadas e produzidas sem o auxílio de ferramentas adequadas para a produção qualificada desse material musical, contando com a criatividade e tutoriais no You Tube de produção das bases, dos vídeos.


Suas músicas são gravadas manualmente, com o auxílio de materiais presentes no cotidiano. A gravação da sua primeira música “Até o amanhã” foi realizada com o auxílio de um cano de PVC, onde colocaram o microfone adaptado de um caixinha de som “JBL”. 


Tanto o Grupo de Break como o Grupo de Rap relatam sobre a pouca divulgação da cultura do Hip Hop, no município de Conde, gerando o desconhecimento e preconceito em relação a essa expressão cultural. Os grupos esperam atingir maior visibilidade e reconhecimento. Querem mostrar para a comunidade que as expressões artísticas contemporâneas também têm muito a contribuir com a cultura local. 



Grupo SV: Florato, Matheus HL e Vieira (Foto: Lucas Peregrino/Inventário Cultural)


Tempo
Conde - PB
Mín 22ºC
24º
Máx 27ºC
Nublado

Mais Lidas