Portal atualizado em: 28 de setembro de 2022 às 22:53h

Prefeitura de Conde e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) discutem criação de polo de modalidade paralímpicas no município

Início Prefeitura de Conde e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) discutem criação de polo de modalidade paralímpicas no município

Representantes do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), da Prefeitura e da Câmara Municipal de Conde se reuniram nesta semana, para discutir a viabilidade da instalação de um polo de modalidades paralímpicas no município litorâneo, que atenda a crescente demanda mundial por espaços para a prática do paradesporto.

As instituições desejam massificar a participação de crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos de idade em atividades paradesportivas, melhorar a qualidade de vida e autoestima de crianças e adolescentes portadoras de deficiências físicas e intelectuais, e descobrir talentos esportivos. De acordo com Fábio Vasconcelos, treinador da seleção brasileira de futebol de cegos e Coordenador do centro de referência paralímpica da Paraíba CPB, instalada no Instituto dos Cegos da Paraíba,”o Conde é uma escolha estratégica em virtude das ações destinadas ao desenvolvimento do esporte e da grande participação de crianças e adolescentes da cidade no último Festival Paralímpico promovido pela instituição. Este momento está sendo de fundamental importância para a implantação do polo no município”, afirmou

Com a parceria em desenvolvimento, a prefeitura, a Câmara e o CPB pretendem contribuir efetivamente para inserção de pessoas com deficiências físicas e intelectuais em práticas de atividades paradesportivas através das seguintes iniciativas:

– Criação de um projeto de oferecimento de atividades paraolímpicas para crianças e adolescentes com idade entre 08 e 17 anos, nas modalidades atletismo e bocha;

– Disponibilização de espaço e recursos humanos para aulas semanais das modalidades acima propostas viabilizando o transporte dos interessados;

– Oferta de apoio logístico para que atletas ou equipes que se destaquem nas performances para participar de competições paradesportivas, a exemplo dos Jogos Paraescolares Estaduais e Nacionais;

– Capacitação dos profissionais do município para a prescrição e supervisão de iniciação e treinamento de modalidades paradesportivas;

– Organização de festivais paradesportivos locais;

– Estimulando e apoiando profissionais que organizem um Jogo Paraescolar Municipal por ano;

– Apoiando técnica e cientificamente as crianças e adolescentes que demonstrarem potencial para expandir as práticas das modalidades paradesportivas para o nível competitivo no cenário estadual, nacional ou internacional.

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) é o órgão gestor das todas as modalidades paradesportivas. É quem elege os rumos financeiros, técnicos e administrativos que serão determinantes no sucesso paradesportivo brasileiro no cenário mundial.

O Chefe de Gabinete, Aleksandro Pessoa, representou a Prefeita Karla Pimentel. Também acompanharam a reunião, o coordenador de Esportes, Marcos Vinicius, as professoras Maria Elisete e Ana Amélia, da Coordenação de Atendimento Educacional Especializado (CAEE), da Secretaria de Educação. A Câmara Municipal foi representada pelo presidente da Comissão de Políticas Públicas, vereador Daniel Júnior, além do Preparador Físico da Seleção Brasileira de Goalball, Mateus Duarte e do Presidente da Associação Paraibana de Cegos (APACE), Damião Robson.

 

Texto: Eudes Santiago

Foto: Gilberto Júnior

Secomd

Compartilhar

Notícias Relacionadas