Prefeita Márcia Lucena confirma pagamento de salários de janeiro

Publicado em 30/01/2017 às 14:46

Prefeita Márcia Lucena confirma pagamento de salários de janeiro

O pagamento dos salários do mês de janeiro de funcionários e funcionárias  da Prefeitura de Conde acontece nesta terça-feira, 31. A confirmação foi feita na manhã de hoje pela prefeita Márcia Lucena durante entrevista em seu gabinete. O pagamento sempre acontecerá no último dia do mês, conforme compromisso assumido pela gestora ainda durante a campanha.

Sobre o pagamento do mês de dezembro, não realizado pela gestão anterior e em atraso, a prefeita disse que os recursos já estão disponíveis, que a data correta será anunciada, mas que não pode liberar os salários ainda porque as Secretarias da Administração e da Fazenda dependem  do empenho que deveria ter sido gerado pela gestão anterior, o que não foi feito até agora”.  Sem esse empenho, que é o documento que cria a obrigação do município de pagar os salários, o pagamento não pode acontecer. A ex-prefeita responsável pelo atraso do pagamento  tem o prazo até esta terça-feira, 31 para apresentar a prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“A equipe econômica trabalhou em regime de plantão permanente na última semana para que o pagamento de janeiro acontecesse sem problemas neste dia 31, e todos e todas vão receber os salários, tanto os efetivos quanto os comissionados e prestadores de serviço”,  informou a prefeita.

Ressaltou a possibilidade, ainda sobre o salário deste mês, de alguém ficar sem receber: “Identificamos que há servidores e servidores que não encaminharam a documentação, sempre acontecem equívocos de registro, um número que é digitado incompleto, mas todos esses problemas serão resolvidos através de uma folha complementar”, assegurou, tranquilizando antecipadamente alguém que não venha a receber o salário.

Sobre os salários atrasados pela gestão anterior, ela adiantou que “foi feita uma auditoria minunciosa na relação de pessoas a receber, os nomes foram checados criteriosamente porque algumas pessoas receberam enquanto outras, do mesmo setor de trabalho, não receberam,  e com isso tivemos que ter o máximo cuidado para evitar repetições, o que obrigaria a pessoa a ter que devolver o valor recebido irregularmanete”.

A prefeita alertou para o fato de “sem o empenho que a gestão anterior deveria ter providenciado, teremos que formalizar a situação através de um processo encaminhado ao Tribunal de Contas e fazer um empenho relativo a dezembro, que é uma espécie de cheque geral do pagamento, para que os funcionários possam receber.”

 

Tempo
Conde - PB
Mín 20ºC
23º
Máx 27ºC
Instável

Mais Lidas