Portal atualizado em: 30 de junho de 2022 às 19:30h

História

Início História
Sobre Conde
Logotipo História

O município de Conde tem raízes históricas na aldeia Jacoca, de índios Tabajara, administrada pelos missionários franciscanos, logo depois de sua chegada à Paraíba em 1589. A sede do município originou-se da fusão dessa aldeia com outra denominada Pindaúna, de índios Potiguaras, durante a ocupação da capitania pelos invasores holandeses.

Em 1636, quando os holandeses se apoderaram da Capitania da Paraíba, a região onde se localiza a sede municipal ainda era habitada pelos índios que, por ordem do governador holandês, foram se alojar na capital. Foi fundado um povoado pelo capitão inglês John Harrison (que estava a serviço dos holandeses) durante esta ocupação. Este povoado foi batizado de Maurícia ou “Mauricéia”, homenagem ao governador da província, Conde Maurício de Nassau e foi importante como ponto estratégico na defesa da passagem de Recife (capital para os holandeses), até Filipéia de N. S. das Neves, nome antigo de João Pessoa.

Expulsos os holandeses e restaurada a capitania e o governo português, os portugueses elevaram a aldeia Maurícia à Freguesia e mais tarde à categoria de vila com o nome Conde,  o que não deixava de ser uma recordação do Conde Nassau. A freguesia foi criada em 1668, em homenagem a Nossa Senhora da Conceição. Seu progresso foi rápido, chegando a serem Vila e Sede da Comarca. Houve uma séria rivalidade entre os municípios de Conde e Pitimbu, e talvez por isto mesmo, entrou em declínio, ficando marginalizada por muito tempo. A partir de 1900, houve uma reação econômica, fazendo voltar o ritmo entusiástico em seus moradores, contribuindo para a evolução do povoado.

Ao longo de sua história essas denominações recebidas têm suscitado controvérsias com relação ao seu significado. Jacoca, seu nome primitivo, segundo Elias Herckmans deriva de tchea – koka, vocábulo indígena que quer dizer “abraça-me”, baseando-se para tal afirmativa na lenda de que no lugar uma índia tapuia fora surpreendida quando dizia esta palavra a um potiguar. Horácio de Almeida, fundamentado em Martins, dá outra interpretação. Segundo ele, Jacoca deriva de jacuoca e significa morada dos “jacus”.  Para o historiador, Horácio de Almeida, o nome de Conde, ao contrário do que se propaga na historiografia paraibana, deve-se à existência na região da “Fruta do Conde”, também conhecida como “ata” ou “pinha”. Outros historiadores explicam o nome de Conde como uma homenagem ao administrador holandês Conde João Maurício de Nassau. Registre-se aqui o costume português de se dar aos povoados e vilas das colônias nomes das localidades lusitanas.

Na divisão administrativa do Brasil em 1911, o município de Conde aparece, pela primeira vez, como distrito de João Pessoa, o mesmo acontecendo em 1933, 1936 e 1937 e no qüinqüênio 1939-43. No qüinqüênio 1944-48, figurou com o nome modificado para Jacoca. A Lei nº 318, de 07 de janeiro de 1949, que fixou a divisão administrativa para o qüinqüênio 1949-53, modificou mais uma vez sua toponímia, passando para Vila do Conde.

Sua emancipação política foi alcançada através da Lei nº 3.107, de 18 de novembro de 1963, instalando-se oficialmente a 28 de dezembro do mesmo ano, desmembrado de João Pessoa e formando um único distrito, o da sede, com o nome simplificado para Conde.

O Primeiro Prefeito nomeado no ato de criação da cidade (1963 á 1964) foi Antônio de Souza Maranhão, sucedido na ordem que segue:

1965 á 1968 – Prefeito: João Gomes Ribeiro / Vice: Jeranil Lundgren Corrêa de Oliveira
1969 á 1972 – Prefeito: Almir Machado Corrêa de Oliveira / Vice: Venâncio Viana de Medeiros
1973 á 1976 – Prefeito: Antônio de Souza Maranhão / Vice: João Batista de Carvalho
1977 á 1982 – Prefeito: Aluizio Vinagre Regis – Vice: Antônio de Souza Santos Júnior
1983 á 1988 – Prefeito: Antônio de Sousa Santos – Vice: Antônio de Souza Maranhão
1989 á 1992 – Prefeito: Aluizio Vinagre Regis – Vice: Temístocles de Almeida Ribeiro
1993 á 1996 – Prefeito: Temístocles de Almeida Ribeiro – Vice: Arleide Azevedo Almeida da Silva
1997 á 2000 – Prefeita: Arleide Azevedo Almeida da Silva – Vice: Nilton Tavares Vieira
2001 á 2004 – Prefeito: Temístocles de Almeida Ribeiro – Vice: José Arari Lacerda
2005 á 2008 – Prefeito: Aluisio Vinagre Regis – Vice: Elvira Maria Alexandre da Silva
2009 á 2012 – Prefeito: Aluizio Vinagre Regis – Vice: Quintino Regis de Brito Neto
2013 á 2016 – Prefeita: Tatiana Lundgren Corrêa de Oliveira – Vice: Alessandra da Silva Ribeiro
2017 á 2020 – Prefeita: Márcia de Figueiredo Lucena Lira  – Vice: Temístocles Ribeiro Filho (Gestão Atual)


ASPECTOS GERAIS

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

MAPA DA CIDADE


Hino Municipal
Autor: Benedito Honório da Silva

No lumiar de tua história, já distante,
Bravos guerreiros o teu solo habitaram.
Não conseguiu, o invasor, arrefecê-los;
Mantem-se aceso o destemor que nos legaram.

REFRÃO:

Teu doce nome é motivo de nobreza.
Por ti, eu tenho uma eterna gratidão.
Quer no teu seio ou em terra mui distante,
Serás, p’rá sempre, Conde do meu coração!

És um cenário de beleza incontida,
Com vales férteis e planícies verdejantes.
Os teus riachos correm claros, cristalinos,
Num sussurrar de corredeiras incessantes.

No despertar para o progresso inadiável,
Um novo mundo já nasceu em Jacumã.
Onde a cidade se emoldura no oceano,
Que descortina um panorama bem louça.